17 julho 2017

Admiração ou como a Tavi consegue?

     Queria olhar no Houaiss qual o significado da palavra admiração, mas ele está muito longe agora. Posso tentar explicar com o que sinto pela Tavi e tantas outras pessoas (coincidentemente, a maioria mulheres) que são capazes de fazer coisas de modo tão criativo e sincero a ponto de fugir da curva do real. Sempre que vejo o blog da Tavi fico cheia de inspiração pra tirar foto das minhas roupas e para começar a vê-las como uma obra de arte, uma montagem artística e não apenas uma capa protetora. Também fico afundada em sua paixão adolescente que é muito bonita e tem as cores que eu gosto, mas que tenho evitado um pouco já que a própria Tavi está distante disso e que eu já não compreendo muito bem.
      Conheço a Tavi desde a época do colégio e desde então ela tem me ensinado como ver a áurea das coisas, as conexões entre eu e o que está em volta. É difícil saber como uma roupa se conecta a outras perspectivas, principalmente porque não conseguimos ver além do que está na nossa frente, porque queremos tudo nas mãos. Porque todas as mídias já nos entregam tudo pronto. 
     Nessas fotos abaixo ela relacionou as roupas de uma coleção com imagens, provavelmente ligando a cor, de um jeito que eu tive quase certeza que as roupas tinham sido criadas a partir das fotos. A roupa vai muito além, ela vira literalmente uma peça de arte e seu caminhar uma performance. 
 The thrown togetheredness of various references suggest that every piece was picked up at a different stop on a road trip or were homemade and have been happily lived in. Matching up such different textures and prints seems random but each layer serves a purpose

Nenhum comentário: