sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Prada Spring 2013


Sempre pensei na Prada como o exemplo de grife que só mulheres ricas usam e que existem para definir o que é bonito e o que não é. Até que vi essa coleção. Comecei a ver Miuccia Prada com outros olhos, como alguém que de fato faz arte e vive para isso. Essas roupas me lembram a identidade das pessoas comuns que penduram coisas no pescoço quando saem porque querem que saibam que é aquilo que gostam e aquilo as representam.

"Dream is forbidden, nostalgia is forbidden, to be too sweet is not good. Everything we used to feel historically, now you can't enjoy. The clothes are the expression of this impossible dream."
Miuccia Prada
Esses sapatos me lembraram a protagonista de (filme) Indochina ou os sapatos dos filmes do Hayao.

E a maravilhosa disposição das flores
Saia lápis e flores de miolos enormes com pétalas miúdas

 Flores enormes que parecem da roupa das lolitas
 Flores finas e compridas e o vermelho das gueixas
 Sakura
Eu não sou de analisar coleções, apenas vejo e sempre salvo minhas fotos favoritas, mas essas flores são espetaculares e mais do que merecem serem registradas. Quem sabe quando eu finalmente aprender a bordar.

0 comentários:

Postar um comentário | Feed