terça-feira, 12 de maio de 2015

Meu garoto, eu não sei quando foi que parei de escrever pra você, mas não importa, a melhor coisa que faço é escrever, não que faça isso bem. Mas, se tem algo que eu sei é que todos se rendem nas minhas palavras e apenas nelas, mas você não, você gosta de mim por tudo e não só pelas minhas palavras. O que é lindo, porque você conhece o meu eu, que é coletivo. Esses dias de comemoração são sempre úteis pra gente ter um motivo pra lembrar de tudo, eu sempre lembro de você, sempre lembro de como você era engraçado, lembro da primeira vez que te vi - eu estava assustada de estar em um colégio novo, e de cara eu te achei legal. Lembro das vezes em que sentia, bem na minha cabeça, uma voz lá no fundo que dizia "eu amo esse garoto". Eu amo você, amo suas caras, adoro seus olhos que são tão expressivos e só de olhar pra eles eu já sei tudo o que se passa dentro de você. Eu sempre pergunto "o que há de errado?" porque eu quero ouvir você falar, acho lindo, acho engraçado. Acho engraçado, porque é muito bonito como você é diferente, você tem um jeito de falar tão seu que se eu fosse escrever um livro eu ia fazer todos os personagens serem exatamente como você, porque eu te acho muito legal. Lembro sempre da vez que eu disse "arthur, tenho um outro segredo para te contar" e você revirou os olhos, sorriu (um sorriso que eu nunca vou esquecer na minha vida), estava sentado em um canto alto, com os pés balançando, as mãos apoiadas sustentando o corpo e os braços muitos claros, um cheiro sem igual... sem igual... se tem algo que mudou em você é o cheiro e eu sinto falta do cheiro do colégio. E nesse momento você falou "ai, o que é dessa vez, Brunna?"; não sei se você sabe, mas me apaixono por pessoas que me chamam pelo nome, e o meu na sua voz é muito mais bonito. Nunca me esqueço desse dia, nunca me esqueço de como estava apaixonada. Eu nunca quis me apaixonar, sabia do mal que isso causava, ainda sei. Mas, se há algo que eu concordo é que por você vale a pena, vale a pena me apaixonar e deixar meus olhos ficarem inteiramente cegos de amor por você, porque não há nada que você faça que me faça ser indiferente a você, talvez exista, mas eu te conheço e sei que você nunca quer fazer por mal. Se erra é tentanto acertar. É a tua inocência que eu amo, porque eu odeio o mundo e todas as pessoas porque elas são más, são muito más e tramam sempre o mal contra todos e nunca é bom o suficiente elas sempre querem fazer mal e sempre são más... é sempre assim e tudo isso é muito irritante, a forma como as pessoas querem e buscam coisas inúteis me irrita e tudo é um grande tédio. Mas, vem você, vem você com seu jeito de criança, seus olhos inocentes e expressivos, sua carência bonita, seu carinho adorável, seu amor tão intenso... não há o que fazer... eu me rendo a seus olhos e de repente amo viver, de repente eu não quero estar viva apenas agora, mas eu quero viver muito. Sei que o mundo é mau, mas com você eu me sinto feliz, Jesus me deu um motivo material para querer viver, quero ser mãe de todos os seus filhos. Imagino muito que cara nossa Lolla vai ter, o César, o Ulisses, a garota-com-o-nome-que-você-escolher, a Mallu, o Walter, o Jesse, a Blair, a Serena e todos eles! Imagino se teremos paciência, mas sei que teremos amor, amor além das medidas e além de qualquer limite, porque se nos amamos assim eu imagino quanto amor haverá para eles! Muito amor! E é por esse amor, se me perguntam o que quero ser quando eu crescer sempre digo "mãe", "mulher do Arthur", tudo isso que envolve a responsabilidade de ser a mulher mais feliz do mundo. Quero estar com você todos os dias, acordar e dormir com você, brigar com você, ter raiva, ficar emburrada, ver você com raiva, ver você chorar, ver você nervoso, desesperado até... Quero estar com você pra tudo, quero ser sua mulher e você pra ser meu esposo, o homem da minha vida, o lugar onde descanso e onde planto todas as sementes dos meus sonhos, o meu amor, minha paciência, minha calma, meu coração, minha vida. Mas agora... No momento é pra sermos crianças, ouvir Lorde, curtir as coisas que podemos fazer enquanto crianças, mas se alguém chegar pra dizer "você não podem fazer isso" vamos olhar de cima, fazer cara de sério e dizer "sou adulto, sei o que estou fazendo". Mas, somos crianças! Somos duas crianças indo pra quadra de tênis e dizendo Yeah sem parar. Vivemos um holograma. Ficamos perto da piscina, porque tudo é tranquilo quando estamos fazendo algo pra nos divertir. Nos convencemos de que jamais seremos jovens de dentes brancos, porque somos melhor que eles. Não merecemos o luxo, mas você será rei e eu serei rainha. Quero fazer bobagem, ficar sem fazer nada, sem falar nada, só sentir o vento, ouvir música, pensar em nada, deitar a cabeça no seu ombro, fazer carinho na sua mão, não pensar em nada... matar o tempo assim... não importa que passe, não importa que o espaço seja o que é, não vamos pensar nisso. Nos sentimos felizes contando moedas e dinheiro, achamos engraçado rir de não termos dinheiro. Você me dá todo o espaço que eu preciso pra eu me sentir bonita fazendo o que for, com a boca escura ou com o cabelo assanhado, você me acha bonita e por isso eu nunca dou a mínima se me acham feia, eu sei que todos me acham bonita; aprendi com você, quando passo batom escuro e todos me olham eu vejo que eles pensam "essa garota é F**a". Quando eu saio com você me sinto confortável, me arrumo de um jeito que acho legal, pego pesado na maquiagem as vezes, porque gosto de me fantasiar, gosto de imitar todos esses losers que também acham engraçado toda essa sociedade totalmente depressiva, me visto de um jeito diferente, tento, porque você gosta de mim de qualquer forma, e quando saio com você assim me sinto uma garotinha vestida com uma roupa de fada segurando a mão de um garoto vestido como um rei. Você é o meu amor, o meu rei, eu sou uma garotinha com uma fantasia de fada ao seu lado, segurando sua mão. Eu quero casar, quero tudo isso, quero te ver muito, mas agora eu quero me divertir, porque somos jovens agora, então vamos fazer o que tivermos vontade, não vamos ter preguiça, vamos fazer o que tivermos vontade e não vamos fazer nada que não gostarmos. Dá muito medo ficar velho! Eu quero viver tudo que eu tiver força agora, quero ser sua melhor amiga, quero deixar todo sofrimento do medo de não ter você pra lá, todo vontade incontida de querer casar ficará guardada, porque agora eu quero ser uma criança, você meu melhor amigo. O melhor. O melhor. Eu te amo, com toda a força que meu coração pode, eu te amo sinceramente, eu não sei explicar como me sinto bem com você, como me sinto a vontade pra falar o que eu penso e embora as vezes algo te machuque tudo bem, porque teu coração se conserta automaticamente com a minha presença, você não sabia? Relaxe, não esquente com nada, não pense muito, pensar estraga tudo, eu te amo com tudo, como tudo, você é o amor da minha vida e tudo pra mim é secundário, não há nada que eu queira. Quero só me divertir om você, não quero ter complicações nem ficar estressada, quero ser sua garotinha enquanto posso. Dá muito medo ficar velho. É maravilhoso ter dois anos. É agora que já sabemos andar e vamos aprender a falar, temos uma vida inteira.

You're the only friend I need 
Sharing beds like little kids 
We'll laugh until our ribs get tough 
But that will never be enough