12 abril 2011

Quando uma pessoa está deitada no seu colo ou no seu ombro e você se sente desconfortável, mas não sai dali porque sabe que a outra pessoa está bem assim. Eu faço tanto isso, com as outras pessoas e com você, mas é mais com você. É como se a minha dor passasse a partir da sua felicidade. É isso.
Esses dias me mandaram aquelas fotos de susto, sabe? Se fosse a um ano atrás eu passaria uma ou duas semanas com medo.

Nenhum comentário: